Author: .
•2/23/2010
Olá pessoal, essa é mais uma edição extraordinária postada por mim!

Devo confessar que meu maridão tem muito mais talento e empenho na manutenção de nosso blog que eu, diante disso tenham paciência aqui com a marinheira de “segunda” viagem.

Hoje estou aqui para celebrar a DÚVIDA, isso mesmo, essa companheira de todas as horas que insiste em nos rodear, logo vocês entenderão onde quero chegar...

No último dia 21 de fevereiro (domingo) fomos estreantes no famoso encontro do “Québec no Parque”, na Jaqueira em Recife-PE. Há muito tempo esperávamos por essa oportunidade de conhecer o grupo e identificar pessoas que assim como nós pretende assumir todos os riscos de uma vida nova no Canadá. E foi lindo...

Percebi que a mesma dúvida (daí o motivo do post) que tanto nos tira o sono em dias de tormenta nesse processo de imigração, une as pessoas e as torna cúmplices em um mesmo sentimento de empatia. A dúvida que por vezes não nos permite ter paz, nos guia na busca das respostas (que assim que alcançamos percebemos que não são completas e tome mais dúvidas!).

E se formos estender essa lógica para um âmbito maior que o da decisão de imigrar, perceberemos que independente da área das nossas vidas, estado civil, religião ou status social, seremos sempre instigados pela sensação da dúvida, da possibilidade, do talvez e do “e se”... portanto celebremos a DÚVIDA! E tiremos dela o que ela nos oferece de melhor, o frio na barriga que nos impulsiona a ir além, a aproximação de outros tão duvidosos como nós mesmos e a fantasia de que teria sido completamente diferente se tivéssemos escolhido outro caminho.

Pra encerrar, gostaria de compartilhar um trecho de uma música que sempre fala ao meu coração e que expressa como devemos proceder em relação a tomada de decisão, independente de credo ou fé, nosso trabalho é descansar (no nosso caso particular, descansar em Deus)! E acreditem, o sentido do descanso aqui não é o de cruzar os braços e esperar que as coisas caiam do céu mas sim o de se “tranquilizar” perante a dúvida.

“Não temas quando enfim
Tiveres que tomar decisão
Entrega tudo a Mim
Confia de todo coração
É Meu somente Meu todo trabalho
E o teu trabalho é descansar em Mim”

Com carinho,

Luh
This entry was posted on 2/23/2010 and is filed under . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

1 comentários:

On 23 de fevereiro de 2010 09:28 , José Almeida e Lúcia disse...

Pois é, a dúvida sempre nos acompanha, foi legal ter conhecido voces, por isso sempre faço um esforço para está presente nos encontros. Abraços!!!